terça-feira, 14 de julho de 2015

My Mad Fat Diary - Dica de série!

Oi gente, como estamos!?
Eu to bem, ando bem reflexiva... cheia de planos como vocês viram...

Eu assisti um seriado o qual eu gostei muito. Vocês conhecem "MY MAD FAT DIARY" (Meu doido e gordo diário") ? É uma série que comecei assistir exatamente pelo nome e promo, pelo fato de se tratar de obesidade. Fiquei muito surpresa, tocada com tudo que vi. Fora que é britânico. O sotaque do povo da série é bem parecido com o de onde eu moro. Preciso acostumar meus ouvidos pra esse tipo de inglês!

São somente 3 temporadas, de 6 episódios a primeira, 7 episódios a segunda e somente 3 na ultima. Bem curta, mas cheia de conteúdo.

O que me tocou mais é que muitas vezes a gente vê a Rea fazendo coisas estúpidas, influenciada por estereótipos e medos, e a gente fica morrendo de raiva! E daí percebe o quanto fazemos o mesmo conosco diariamente e não percebemos que tudo não passa de uma bobeira imensa. Não importa o peso, não importa a situação, a gente tem conquistas e pode ser feliz como qualquer outra pessoa! E quando temos isso em mãos, jogamos fora pelo simples fato de não aceitarmos que temos esse direito! Por conta de excesso de peso?! Sério!?

O que me conquistou na série que todos, magros, gordos, tem a vida conturbada, tem seus maus momentos mostrando o quanto isso só faz parte de estar vivo. Não é exclusivamente felicidade pra magro e sofrimento pra gordo. E mais ainda, faz perceber que muitas vezes somos nós mesmos que causamos a nossa miséria. Eu aprendi muito vendo a Rachel (Rea) se colocando nas diversas situações, me identifiquei horrores com ela. Até pensei se como seria se eu tivesse um diário em que eu me expressaria sobre tudo sem filtro nenhum! Fora quantas vezes eu quis dar umas porradas nela e nos amigos dela por fazerem besteiras sem fim! Enfim... não vou falar muito! Vale a pena ver!


SINOPSE:

Situada em em Stamford, Lincolnshire na década de 90, a série acompanha a vida da adolescente Rae Earl (Rachel 'Rae' Earl) que tem 16 anos e que acaba de sair de um hospital psiquiátrico a onde ela passou quatro meses. Ela reencontra sua ex melhor amiga Chloe que desconhece os sérios problemas de saúde mental e imagem corporal da amiga, acreditando que ela estava na França nos últimos quatro meses. Rae tenta manter esta informação e ao mesmo tempo, tenta impressionar os amigos de Chloe:  Izzy, Archie, Chop e Finn. Ela se esforça para esconder seus problemas e tem dificuldade para se encaixar na nova turma. Entre sessões de terapia e contato com seus amigos do hospital e a sua turma no "mundo real" Rae tenta se equilibrar e descobrir mais sobre si mesma.

MINHA OPINIÃO:

No primeiro episódio eu não gostei muito, achei que seria aquelas séries do estilo "pervertida" já que a Rae só pensa "naquilo". Mas daí a gente lembra que aos 16 realmente a vida é curiosa nesses termos. Mas aos poucos eu fui percebendo que tem muito mais nela do que esse "fogo". Tem a questão de se aceitar, da auto-imagem que ela tem sobre si, da influência das outras pessoas nas reações dela, inclusive os motivos que a levam comer tanto. O quanto pode ser difícil e solitário as vezes. As conversas com o terapeuta, as mentiras, os desvios... Eu me vi em cada situação que ela passou. E a cada episódio aprendi a gostar mais e perceber mais sobre como eu também me coloco em situações que não precisava... Eu recomendo pra assistir com mente aberta, e passar do terceiro episódio, que aí a coisa fica mais interessante!

PRA QUEM QUISER ASSISTIR

http://megafilmeshd.net/series/my-mad-fat-diary.html - Serie Legendada, não tem dublada.


#Outros! 

Esses tempos eu tenho assistido muitos filmes pra me manter ocupada! Eu vejo que muita gente deixa sugestões dos livros e filmes que assistem, vou deixar as minhas também. Tenho assistido muitos filmes com sotaque britânico por conta de estar morando aqui. Preciso acostumar meus ouvidos.

1. Bridget Jones's Diary 1 e 2 (O Diário de Bridget Jones)


Os britânicos gostam de diários, né?! kkkk Eu sei que são filmes antigos, mas esses são outros que me ajudaram bastante em refletir sobre mim mesma e relacionamentos. Uma parte que eu nunca vou me esquecer, no segundo filme, (spoilerrrr!) a Bridget tá presa por conta de um mal entendido e fica junto de outras mulheres. Daí ela chorosa reclama do seu relacionamento amoroso, o quanto achava o namorado ruim, etc. As outras detentas se solidarizam e se "identificam" com ela e desabafam, falam as razões de estarem presas, que os maridos batiam, a forçavam fazer coisas ruins, etc. É quando a Bridget realiza o quanto ela tem focado nas coisas erradas e sem importância do seu relacionamento. Que tinha um homem maravilhoso do lado e estava prestes a perdê-lo.
 
Foi um tapa na minha cara. Lembro que assisti logo que tinha me mudado pra cá pra morar junto com meu marido. Aquela fase de adaptação que a gente fica defensiva, querendo marcar território, com medo de ser "podada". Qualquer besteira era motivo de brigas. Perceber o quanto o outro faz pela gente e deixar certos detalhes bobos passarem tipo "qual letra vai ser escrito o nosso nome no papel da campainha" - acreditem, até por isso eu briguei com o Renan - são extremamente insignificantes perto de todo o bem que ele fez na minha vida. Meu marido não bebe, não fuma, trabalha, me olha com o maior olhar de ternura, me enche de beijo, abraço, deixou o cabelo e a barba crescer porque sabe que eu gosto... E eu preocupada com a letrinha minúscula do papelzinho que vai na campainha?! Tem comida, água, conforto e amor de sobra aqui. O resto é detalhe!


2. Miss Potter

Esse eu assisti por conta da minha viagem pro Lake District. É sobre uma autora daqui que fez muito sucesso com Literatura infantil, que eu lembro de ter assistido animações da suas obras na TV CULTURA quando criança.  Ou seja, baseado em uma história real.

Beatrix Potter foi uma mulher forte, que não se deixou abalar pelos costumes da época em que nasceu. Solteira aos 30, recusando todas as propostas de casamentos arranjados, ela gostava bastante de escrever e pintar, se inspirando nos animais que via nos jardins de sua casa e principalmente nas suas viagens para a região dos lagos. Sem desistir, conseguiu publicar seu primeiro livro se tornando um grande sucesso. Se tornou uma das mulheres mais bem sucedidas da Inglaterra, e devolveu grande parte do dinheiro para o povo evitando o "progresso da cidade grande" fazendo do Lake District uma reserva natural (National Trust), local onde ela decidiu viver até o fim da vida.  

Eu adoro histórias de mulheres fortes, que seguem seus sonhos, acreditam em amor e determinação. Com certeza foi uma inspiração pra todas nós. Um símbolo de perseverança e solidariedade.

3. Rush

Esse eu assisti com o maridão, que sabe que eu gosto bastante de corrida. Cresci assistindo formula 1 com o meu pai todo domingo, e acabei pegando a paixão dele por carros e velocidade. 

A história é sobre a rivalidade e amizade da vida real entre Niki Lauda e James Hunt, os dois pilotos que davam o que falar na década de 70. Niki Lauda é um austríaco sério, determinado, estudioso e metódico, tendo claramente um único objetivo: ter sucesso. Já James Hunt era um playboy britânico apaixonado pelo risco de correr, a sensação que o fazia se sentir vivo. Os dois se encontram pela primeira vez em uma corrida de formula 3, sendo totalmente opostos já que Niki só queria saber de trabalhar pra chegar aos seus objetivos e Hunt vive cada dia como se fosse o último rodeado de bebida e mulheres. Ódio e rivalidade a primeira vista ambos abrem a força seus caminhos para a Fórmula 1 onde disputam o campeonato mundial. Mas a rivalidade entre eles também foi o que fez cada um tirar um pouco mais de si para chegar onde queriam.

Eu fiquei tocada com a história de superação do Niki Lauda, ainda hoje trabalhando nos campeonatos de formula 1 como comentarista. É incrível o quanto um puxa o outro com provocações e apoio. Realmente é uma história de vida que mereceu ser contada. O quanto o sonho e a força de vontade te ajudam a chegar em qualquer lugar. Só é bem sucedido quem está disposto a correr os riscos. 


#Mudando de Assunto!
Espero que vocês tenham gostado. Estou tentando não falar só de dieta. Não ser tão obsessiva quanto a isso. Mudar o foco, nos inspirar em outras coisas e outras situações também nos ensinam muito. Afinal a nossa vida é muito mais do que a nossa forma física. Ela é cheia de aventuras e superações que nos faz um todo. 

Até a próxima. Obrigada pelo carinho e apoio sempre! Se vocês conhecem os filmes, ou tem alguma sugestão, eu adoraria que deixassem a opinião nos comentários!






Comente com o FACEBOOK!

13 comentários:

  1. Ai adorei!!!
    Continue postando sobre esses dicas, adoro o jeito como você explica e quanto a história te tocou!!!

    Vou baixar a série My Mad Fat Diary, depois te conto!

    Beijo♥

    ResponderExcluir
  2. "Não importa o peso, não importa a situação, a gente tem conquistas e pode ser feliz como qualquer outra pessoa! E quando temos isso em mãos, jogamos fora pelo simples fato de não aceitarmos que temos esse direito! "

    Exatamente isso que pesamos...preciso mudar não só o peso, mas a atitude também!!

    ResponderExcluir
  3. Déia,
    Realmente é bom mudarmos o foco! Dieta não é tudo na vida.
    Tenho certeza que a Angelina Jolie, sendo magra e casada com Brad Pitt tem aflições e inseguranças na vida assim como todas nós, independente do peso na balança. Não tem jeito, esta vida é exatamente para isso, para evoluirmos e infelizmente só conseguimos isso por meio de "dores" e "aflições". Temos é que aprender a lição e ver cada situação pelo seu lado mais positivo e seguirmos firmes com bons pensamentos e boas ações.
    Beijo
    Ca

    ResponderExcluir
  4. Boaaa!!
    Tirar o foco da dieta faz percebermos que existe VIDA por aí né...
    Amoo ler e amooo filmes.Não conheço nenhum que citou e tenho problemas de não lembrar dos nomes dos livros e filmes que olho. Acho que começarei a anotar, não tem jeito, rsrsr

    bjuuu

    ResponderExcluir
  5. Andreia gamei nesse teu post! Eu nunca tinha ouvido falar daquela série da Rea, mas o bendito do diário da Bridget Jones, noooossa como eu amo esses filmes! Eu sei que assim que sair o terceiro vou correndo assistir! E olha, muito importante esse seu ponto em apreciar o que se tem e deixar de colocar minhocas aonde não tem ( em se tratando da fase de adaptação ). Gostei da grande variação de temas, eu tento fazer isso no meu blog também, senão a gente encana né? Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Que post gostoso!
    Não conheço esta série, mas já achei interessante pelas suas palavras e ponto de vista. Vou dar uma espiada!
    Qto aos filmes, só assisti a BJones. Tenho os 2 filmes! (preciso dos livros kkkk).
    Adorei suas dicas!! A gente acaba dando importância pra situações nada a ver, né! Precisamos nos policiar sempre.
    Bjns
    :)

    ResponderExcluir
  7. Adorei as dicas e gamei no teu post pois saiu um pouco do lance dieta e emagrecimento e isso faz um bem danado. beijos

    ResponderExcluir
  8. hhaaha, vendo os filmes aqui, seguindo sua dica.
    bjos.

    ResponderExcluir
  9. Amiga que legal você ai se esforçando para treinar a lingua e eu estidando para passar no concurso rsrs mas vamos em frente gostei da dica.bjs amiga

    ResponderExcluir
  10. Olá Andreia aqui é a Quel do ex blog SRAREDONDA, agora www.nutrindoabeleza.com.br


    É com muita alegria que venho comparatilhar com vocês os meus videos no Youtube


    https://www.youtube.com/c/NutrindoaBeleza


    Basta Clicar e se inscrever!


    Muito obrigada!

    Bjs 🌼 Quel

    *curiosa para ver a primeira serie ;)

    ResponderExcluir
  11. AMEEEEI O POST! Eu adorava o seriado HUGE que tratava do mesmo, mas ele foi cancelado já na primeira temporada. Uma grande pena dado o conteúdo. Correndo pra ver esse novo que vc indicou. Bridget é meu amor! O livro 1 é perfeito, vc já leu? Sou vidrada nela... Bjss

    ResponderExcluir
  12. Oii!! Volteii!!! Antes tarde do que nunca né!?

    Sobre seu post.. eu amooooo Bridget Jones's Diary e fiquei super com vontade e ver o My Mad Fat Diary.. vou procurar saber!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Eu amo ler dicas de livros e filmes.
    Não sou fã de séries, mas quero assistir essa, até pq são só 3 temporadas, aí anima.
    Amo o diário de Bridget Jones e fiquei com vontade de ver esse da miss Potter.

    Adorei as dicas!

    Beijosssssssssssssssss
    ┌──»ʍi૮ђα ツ

    ResponderExcluir

Obrigada por me acompanhar! Se seu blog não estiver nos meus favoritos, me avise! Juntos em busca de uma vida saudável! =)