quinta-feira, 12 de março de 2015

Dando um oi...

Oi Gente, como estamos? Por aqui tá tudo um pouco melhor.
Só pra agradecer a palavra de força e carinho de cada um. 

O mais engraçado é que lendo as mensagens muitas vezes eu vi algo que eu normalmente diria. Eu não ando me sentindo eu mesma ultimamente. Até ando irritada a toa, dando patada no Renan que não tem nada a ver com isso. O meu dia tem sido "pedir desculpa" basicamente. E ele sabe que não to fazendo por mal, e na verdade meio que nem tá se importando porque ele sabe que eu não sou assim. Mas eu acabo soltando uma grosseria... mas reconheço na hora e já peço desculpa. Sabe aquele povo "engraçadinho" que tudo solta um comentário ácido. Esta tem sido eu nessa ultima semana. Esse mês tem me afetado muito mais do que eu imaginei que faria. Nem eu to me suportando.

Quanto a dieta, eu to a mestre em segurar o peso. Se tivesse uma competição em quem segura o mesmo peso por mais tempo sou eu. Tenho comido direito, com qualidade na maior parte das vezes, mas confesso que me permiti um pouquinho mais essa semana. Tentando não achar conforto na comida, mas matando algumas vontades mesmo. Atividade física ainda não fiz. Vamos ver se eu me animo hoje mais tarde. 

Ontem eu finalmente saí da toca, foi igual semana passada. Únicos dias que eu saí de casa foi na quarta-feira arrastada pelo Renan pra ver gente, pegar um sol. Esse negócio de solidão tá ruim sabe. Porque se não for com ele eu não quero fazer nada. Até porque eu não tenho NADA pra fazer fora de casa. Só o supermercado.

Mas aparentemente isso vai mudar. Não quanto a emprego, porque não tive respostas de nada até agora, mas quanto ao curso de inglês. Finalmente me ligaram, e em 2 semanas eu faço o meu teste de nível. Ter algum compromisso acho que vai me fazer bem. É uma vez por semana só, mas só de ter algo pra fazer, vai ser muito bom. 

Finalmente a oportunidade de conhecer gente, sem que seja com religião no meio. Nada contra ir a Igreja, eu tenho a minha crença sabe, mas eu não acredito que só na igreja seja lugar de oração, de reflexão. Inclusive eu sou a favor de uma boa discussão sobre as coisas. Como se diz "um ou mais com pensamento em Deus, Ele estará lá", e isso não quer exatamente no espaço físico Igreja. 

Inclusive o desamor e o preconceito tem me deixado chocada ultimamente. Vocês viram que absurdo baterem no menino até a morte?! Depois de ser abandonado, finalmente achou amor em uma adoção, e a intolerância bateu forte porque quem se propôs a ama-lo foi um casal de dois homens. Amor é amor, não importa a forma, a raça, a cor, o sexo, a religião. Eu sempre bato o pé que a melhor oração é a Caridade. Pensa a maravilha que esses rapazes fizeram por essa criança!? Tiraram ela do abandono. Podem me dar 300 mil argumentos contra o homossexualismo, mas um coisa é fato: as crianças "doentes demais", "negras demais", "feias demais", famílias que não querem ser separadas com 2 ou mais crianças, só homossexuais adotam. Porque eles já foram julgados, apedrejados, simplesmente por serem incompreendidos e deixados de lado, e por isso eles fazem de tudo pelos que passam pela mesma situação. E eu tiro meu chapéu. Lembrem-se que em primeiro lugar, foi um casal heterossexual que fez e abandonou, negligenciou esse filho. Nem tudo é "putaria". Até porque isso não é exclusivo do mundo deles, olha só o mundo heterossexual no carnaval, por exemplo?! Existem pessoas de caráter, e isso não tem nada a ver também com sexualidade, religião, cor da pele ou poder aquisitivo. Olha os nossos políticos! Fazendo tanta canalhisse  com o povo brasileiro. E não é por falta de dinheiro...

Eu até evito falar dessas coisas aqui no blog, porque eu não tenho a intenção de ferir a fé de ninguém, mas esse caso me deixou extremamente chateada. Então eu peço, a você mãe/pai, mesmo que ache que a homossexualidade seja algo errado, não ensine ódio pros seus filhos, não ensine desamor, ensine respeito. Respeite a diferença dos outros. Deus é o juiz, e não a gente. Então não vamos cometer o erro de achar que somos donos da razão absoluta. Tudo bem se afastar dessa pessoa se você quer, você e sua família só precisam colocar no seu círculo social quem você quiser. Mas é isso. Sem violência, sem agressão, sem desrespeito.


Enfim... é isso. Vou tentar aqui ficar bonitinha em relação a alimentação e tentar voltar para as atividades físicas. Tenham uma boa semana e domingo eu reapareço.

Quanto a qualquer tipo mensagem de intolerância e essas coisas, eu realmente dispenso. Esse blog não tem foco religioso. Eu conheço a Bíblia, as passagens, e tudo mais. Então não é necessário usa-la como argumento. Eu respeito a opinião de todos, como eu disse ninguém é obrigado a ter como amigo as pessoas que não querem ter.  Então respeitem a minha opinião. Certa ou errada, deixo a Deus a tarefa de me julgar. Se você não concorda com o que eu disse acima, só ignora, não estou obrigando ninguém aqui ter a mesma opinião que a minha.

9 comentários:

  1. hum...assunto bem polêmico. tenho minhas opiniões mas é polêmica tb, então é melhor deixar passar, heheh
    Que bom que começará o curso, já vai ser uma motivação a mais.
    vc gosta de ler? Tb é ótimo! quando estou mto mal leio bastante...me ajuda pra caramba!
    Essa fase ruim vai passar...vc vai ver!!

    bjãoo no coração!!!

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkk estou igual você, mestre em segura peso, acho que nesse ponto eu vou competir com vc.. Vai ser uma disputa complicada...

    E cara realmente assunto super polêmico, que esta tomando uma proporção enorme...

    Bjos
    IG: @simplesmentedanny
    Simplesmente Danny
    Simplesmente Danny no facebook
    +SimplesmenteDanny

    ResponderExcluir
  3. Fico feliz que você esteja um pouco melhor, Deia!

    Quanto aos comentários ácidos com o maridão, dá uma segurada, amor! Ele te ama tanto =)

    Manter o peso é ótimo viu ? Parabéns por não descontar na comida! Ah, o curso vai ser oteeemoooooo!

    Respeito ao próximo é essencial. Falta tanto isso aqui neste mundo =(

    Beijo

    Camila

    ResponderExcluir
  4. Deda, minha linda, quer um conselho sobre tudo isso que tá acontecendo com você?
    Vai passar!!!
    A mudança drástica de rotina e de ambiente deixa a gente super mal.
    É como se tudo estivesse em descompasso.
    Mas isso passa. A gente se adapta. E também, logo você consegue um emprego. Pode demorar um pouco mais ou um pouco menos.
    Ah... tem alguma ong ou lugar para trabalho voluntário? Essas oportunidades do terceiro setor ajudam muito a nutrir referências, pq é considerado um trabalho, sabe? Ainda que não haja remuneração em todos os casos. Pensa nisso.
    E sobre intolerância, ela existe em tantas frentes hoje em dias que dá vontade de me enfiar num mundo só meu e dos meus e mandar todo o resto à PQP.
    Fica bem, minha linda!
    As coisas vão melhorar, você vai ver.
    Conta comigo, tá?
    cheiro

    ResponderExcluir
  5. Gatinhaaa!:D
    Ó, posso não ter mudado de país mas me identifiquei com varias coisas que li aqui ultimamente e vou te falar: a unica solução possível é se esforçar para fazer coisas que te ocupem e que te agradem.
    Tente fazer uma forcinha a mais pra sair de casa, nem que seja pra dar uma volta no quarteirão. Nem sempre sair tem que ter um destino e propósito especifico assim como nem sempre a gente pode depender emocionalmente da companhia alheia pra se divertir.
    Divirta-se com você! Faça mais coisas que te agradem e assim vai sobrar menos tempo pra pensar no que você não tem por agora (percebeu o POR AGORA?).
    Por exemplo: se seu violão não foi com você praí, tem sempre o Audacity e tracks instrumentais por aí... volte a cantar que é algo que eu sei que te fazia bem.
    Se reencontre com você e a amargura passa em dois palitos!;)

    Beijo gatinha, quero ver mais sorrisos aqui!:)

    ResponderExcluir
  6. Dizem que quando você faz um movimento de mudança ele nunca para em seu ato ele reverbera e volta para um novo movimento e outro, outro, outro. Espero que seja assim com você.
    Sobre a intolerância confesso que tentei muitas vezes entender, formar opinião, debater, mas resolvi esperar um pouco o mundo está difícil para sabermos o que é que acontece. Mas não perder o direito de se indignar, de se chocar talvez nos faça reagir para uma mudança para o melhor e não para o que se parece caminhar hoje em dia.
    Pega leve com o mano Renan kkkk

    ResponderExcluir
  7. Nossa estou morrendo de vontade de fazer curso de inglês só falta o dim dim, fico feliz por você...
    Quanto a sair de casa porque não coloca em seu cronograma uma caminhadinha diária ver a natureza faz tão bem até respiramos melhor.

    ResponderExcluir
  8. Andreia... vamos lá...

    1) Deixe Deus cuidar das maldades do mundo
    É sim um absurdo os atos de violência contra alguém ou até uma criança. Também fico triste com isso... mas não se irrite com essas coisas. Infelizmente o mundo está cheio de pessoas que mantém o ódio em seu coração, e somente Deus pode cuidar disso. Então deixe que Deus cuide dessas maldades do mundo.

    Nós, seres humanos, que fazemos o bem e queremos um mundo melhor, podemos cuidar para que as pessoas recebam nosso melhor, nosso amor.. e não desconte sua raiva em pessoas que não merecem.

    2) Agradeça pelo que vc tem e pelo que vc conquistou até hoje.
    Menina, vc não está em solidão. Vc tem seu marido.. vc tem suas conquintas e vc tem a Deus. agradeça por morar aih.. por poder ver por do sol... enfim.. vc tem mts motivos para agradecer.... Se vc entrar na onda de reclamar do que não tem... perde o que tem.. pq Deus vai achar que nada é suficiente pra vc...

    E vc.. apesar de tudo.. é tão feliz!!!

    Não quero te criticar e nem estou fazendo isso.. sei que o blog é seu e vc desabafa da maneira que vc quer...
    Mas eu quero te ajudar a viver uma vida melhor, e menos sofrida...

    Fica bem... tá?
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Meu peso tb deu uma empacada ,mas vamos luta q segue ,c curso vc vai ter atividade eh normal foi muita mudança em pouco tempo ,e qto a intolerancia concordo com cada virgula q vc disse ,vejo de perto a realidade de crianças abandonadas e se cada um tivesse coragem de acolher como muitos casais homossexuais fazem o mundo seria melhor ,o que falta eh mais amor e menos julgamento da vida alheia !!!Um gde bj

    ResponderExcluir

Obrigada por me acompanhar! Se seu blog não estiver nos meus favoritos, me avise! Juntos em busca de uma vida saudável! =)