sexta-feira, 29 de maio de 2015

Um pouco fora do "Emagrecer" - Sobre ser mulher no mundo de hoje.

Eu tenho ficado bem chateada com as coisas que eu leio sabe. Tanto absurdo que homens escrevem sobre a classe feminina, nos reduzindo a meras reprodutoras e donas de casa, e o pior... AS PRÓPRIAS MULHERES! 

Vi uma mulher, parte do governo - ou seja "representante de nossos interesses", achar um absurdo os cones higiênicos que muitas mulheres usam pra fazer xixi em pé. Falando que isso é mulher querendo ser homem. Gente, eu fico com inveja de saber que essa senhora nunca precisou usar um banheiro público, um banheiro químico... Porque se conhecesse o estado que se encontram, sonharia com esse cone pra ontem! 

São exemplos como esse que me deixam pra baixo. Porque estamos numa geração onde as próprias mulheres perderam o respeito a si mesmas. Imagine os homens!? Onde uma mulher procurar por melhora na sua qualidade de vida é sinal da sua masculinização. No ano dois mil e tantos ainda pensar na mulher como a rainha do lar não cabe. Usar o cabelo curto não faz ninguém masculino, o cabelo longo não quer dizer feminino. Existem tantos estereótipos absurdos! Isso tem que acabar! E só depende de nós!

Não me entendam mal, hoje o meu emprego é ser dona de casa. Mas confesso que faço mal - dando todo o meu melhor - porque eu não tenho o mínimo interesse em ser a rainha da limpeza. Quero estudar, aprender, trabalhar fora e com o meu dinheiro ajudar em casa, e comprar o que eu acho que é importante pra mim. Meu marido, que já morava sozinho, dá muito conta de seus afazeres (aqui cada um lava sua roupa, limpa uma parte da casa, e ainda revezamos na cozinha).

Não tem coisa que mais me deixa triste é pedir dinheiro pra alguém e precisar explicar o porque eu quero isso, qual o uso, o porque vale a pena. Meu marido ainda é tranquilo quanto essas coisas, porque ele sabe o quanto eu sou orgulhosa, então se eu to pedindo algo, é porque eu realmente preciso. Mas mesmo com essa "carta branca", pedir autorização para as minhas escolhas não é o que eu quero pra mim.

Outra coisa é pararmos de tratar outras mulheres de maneiras que não queremos ser tratadas. Chamar nomes de baixo calão só porque não concordamos com a atitude alheia não é legal. Somos todos humanos, e merecemos respeito. Então mesmo que outra mulher dê em cima do seu parceiro/a simplesmente ignore. Pense que é alguém desfavorecido de amor. Afinal quem te deve respeito é a pessoa que você chama de meu bem, e não quem não te conhece. Mas você, como pessoa consciente deve se privar de desrespeitar o relacionamento alheio, porque só te desvaloriza como indivíduo. Uma pessoa disposta a traição, aberta a traição, a terá pelo resto da vida, porque o limite já foi ultrapassado.

Outra mania horrorosa é colocar mulher como sinal de fraqueza, de inferioridade. Comparar um homem a uma mulher sempre é sinal de humilhação... "Nossa como é uma moça! Que mulherzinha!" Como se não matássemos um leão por dia pra trabalhar, pra encarar os nossos defeitos, pra criar filhos, pra agradar parceiros/as. Parece que os homens esqueceram que foram suas mães que os amamentaram, os protegeram, os criaram. E as mulheres que os criam esquecem das humilhações que passaram, das dificuldades e criam outro "bruto" pro mundo. 
Não! Isso não pode! Numa sociedade onde o estupro ainda é culpa da vitima, onde estamos sendo encoxadas, recebendo ejaculações nas costas esperando na fila do metro depois de um longo dia de trabalho, recebendo salários menores, e ainda ouvindo a desculpa "mas vocês tem mais férias, tem plano maternidade", como se por acaso o homem que também fez a criança fosse ficar em casa pra assumir essa responsabilidade (meu sincero respeito aos que fazem). Os filhos não são só das mulheres. Precisam de duas pessoas. Fora que é muita prepotência de alguém achar que o seu "elogio" era tudo que uma mulher precisa pra ser feliz... as famosas cantadas são ofensivas SIM! Além de perseguições de carro, que começam com "oi linda", e se a moça com medo tenta se distanciar e não responde recebe complementos como: "só porque é bonita acha que pode me ignorar? certeza se eu pagar as suas contas você me trata como rei... fala pra mim qual é seu preço"..."não gosta de macho não sua lésbica?"...

Onde peitos pra vender cerveja é normal, mulheres semi-nuas altamente sexualizadas em quase todas as propagandas, em todos os tipos de mídia. Em contrapartida, amamentar - um ato natural e necessário - é visto como uma ofensa... É tanta coisa pesada... sei lá... eu fico triste. Olha ainda mais nessa era de musa fitness. Tantas que eu vejo que emagrecem, malham, definem não porque gostam, mas porque é a onda do momento. Pessoas que esquecem da própria beleza por conta da opinião de seu parceiro ou seu meio social... 


Eu só venho deixar pra vocês o meu apelo: CUIDADO! Pense sobre o que você é, como você gostaria de ser tratado, e se relacione com as pessoas da maneira que imaginou para si. Respeito ! Mulheres tenham postura! Sua vida pessoal não é do interesse de ninguém. Infelizmente vivemos nesse mundo desigual. Se coloque no lugar da outra pessoa, SEMPRE! Violência contra a mulher não é normal. Acontece, diariamente, mas está ERRADO! E se você for vitima ou testemunhar qualquer tipo de agressão seja física ou verbal denuncie. Se ficarmos quietos porque não é com a gente, estamos sujeitando outros a passar pela mesma violência, e pode ser alguém que você ame, do seu convívio social, se não você mesma/o.








Comente com o FACEBOOK!

7 comentários:

  1. Pura verdade.
    Outra coisa é ter consciência que muitas vezes as mulheres são donas de casa e mãe em tempo integral por opção e que isso dá o maior trabalho poxa!
    Eu estou desempregada e não é por opção, hehe, mas super respeito as pessoas quedeixam tudo para não terceirizar o cuidado da familia, até pq nem sempre vale a pena financeiramente. No meu ultimo trabalho, me matava trabalhando em um cargo que precisava ensino superior e ganhava R$ 800,00. Não tinha tempo para nada, final de semana e tudo. Se tivesse filho o valor da escolinha e de faxineira, ia todo o salário para estranhos cuidarem de minha casa.
    NADA é motivo para diminuir o valor da mulher.
    Mas creio que isso de deve ao fato de grande parte das mulheres se submeterem a isso. Desculpa, mas é. No momento que visto uma minissaia e uma blusa roupa mostrando meu corpo, SABENDO QUE MUNDO MACHISTA VIVEMOS, estamos dando o recado que nosso corpo é nosso principal atributo. pq os homens não andam com pouca roupa e são respeitados?
    Sei que parece estranho o que penso mas, infelizmente devemos danar conforme a musica e mostrar ao mundo que mulher tem bem mais que corpo e trabalho braçal.

    falei demais...assunto polêmico.

    bju

    ResponderExcluir
  2. Ainda estou esperando o dia em que o mundo vai desvincular caráter de aparência. Passou da hora de entender que decote e saia curta não fazem de alguém menos digna de respeito, que sorrir não significa que você esteja dando mole e que toda vez que a gente perde tempo fiscalizando a postura do outro está propagando um preconceito injustificado que já não deveria mais existir.
    Julgar o outro é feio, é sujo e diz mais sobre quem julga do que sobre o julgado.
    Ahh o maior exemplo de que caráter e aparência não estão relacionados está nos terninhos Armani que tantos corruptos usam. Eles sim são indignos, uma mulher de vestido não!

    ResponderExcluir
  3. Oiii!!! Passando pra conhecer seu blog e te convidar para conhecer o meu:

    http://avidafitness.blogspot.com

    Tenha um ótimo fim de semana!!

    bjos

    ResponderExcluir
  4. Por mais que façamos algo nunca é o suficiente para os olhos da sociedade, nós mulheres somos cobradas demais em todos os sentidos, devemos viver a vida conforme podemos e procurar algo que nos faça feliz, beijos

    ResponderExcluir
  5. Somos cobradas em todos os sentidos e é triste saber que tem mulheres que não se valorizam...eu tenho uma tia que vivia apanhando do marido e quando denunciavamos e a policia chegava ele dizia que era briguinha de casal... Isso aconteceu milhares de vezes até que ele arranjou outra e ela ficou sozinha sem trabalho e sem alegria.

    ResponderExcluir
  6. Somos cobradas em todos os sentidos e é triste saber que tem mulheres que não se valorizam...eu tenho uma tia que vivia apanhando do marido e quando denunciavamos e a policia chegava ele dizia que era briguinha de casal... Isso aconteceu milhares de vezes até que ele arranjou outra e ela ficou sozinha sem trabalho e sem alegria.

    ResponderExcluir
  7. Amei o post. disse tudo!!1
    Gente, uma coisa que mega me irrita é comercial de cerveja. Cara, são absurdos. O tal do Verão me irrita pq instiga a traição e ainda fala mal da esposa. Ah me poupe!
    Agora até para vender casa tem mulher quase pelada.
    As mulheres precisam se valorizar mais, umas às outras, para exigirem respeito pleno.

    Beijossssssss
    ┌──»ʍi૮ђα ツ

    ResponderExcluir

Obrigada por me acompanhar! Se seu blog não estiver nos meus favoritos, me avise! Juntos em busca de uma vida saudável! =)